O Grupo Qualidade em Saúde, que o Centro Integrado Atibaia é membro, realiza no dia 24 de Agosto a maior ação social preventiva no país.

  • Posted on:  Quinta, 08 Agosto 2019 18:41

 O desafio é identificar precocemente a doença diante dos seus silenciosos sintomas.

De acordo com o último levantamento do Instituto Nacional do Câncer, em 2018 foram diagnosticados 14.700 novos casos de câncer bucal, dos quais, 5.400 resultaram em morte por diagnóstico tardio. Por ser uma doença silenciosa, e pouco conhecida, ampliar seu entendimento é fundamental para adequada prevenção ao câncer bucal. Com objetivo de promover sua conscientização, no dia 24 de Agosto, o Grupo Qualidade em Saúde vai realizar a maior ação social de prevenção ao câncer bucal do país. Muitos, dos mais de mil dentistas do grupo, de maneira voluntária, em todas às regiões do Brasil, estarão percorrendo diversas localidades realizando exames preventivos e palestras de conscientização.

Afinal de contas, o que é o câncer bucal?

É o câncer que afeta lábios e o interior da boca. Dentro dela, devem ser observados gengivas, mucosa jugal (bochechas) palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas) e assoalho (região embaixo da língua). Segundo o Dr. Marcelo Drummond, doutor em estomatologia, a maioria das manifestações se dá na mucosa, mas também pode atingir as glândulas salivares. Feridas que não causam dor, mas também não cicatrizam, lesões e manchas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca e/ou bochecha, caroços no pescoço e rouquidão persistente são sintomas do câncer bucal. A identificação dessas lesões pode ser feita pelo autoexame, mas o paciente terá dificuldades em acessar áreas posteriores da boca, por isso para um diagnóstico preciso a visita ao dentista é essencial. Os primeiros estágios da doença não possuem sintomas. O ideal é prestar atenção se há alguma alteração na mucosa e sempre procurar um profissional para identificar e realizar este diagnóstico. Quando os sintomas surgem, significa que a doença já atingiu o estágio 3 ou 4, que são os mais avançados. Nesse momento o tratamento é difícil, oneroso, e muitas vezes até mesmo ineficaz. A visita regular ao dentista é a melhor forma de prevenir. A recomendação é de 6 em 6 meses, ou no mínimo uma vez por ano, para a realização de uma busca ativa de lesões de boca.

Como o tratamento é realizado?

O tratamento vai depender do estágio de evolução da doença. O tempo e a eficácia também dependem desse fator. O estágio 1 se caracteriza por uma lesão pequena, de menos de 2cm. É possível removê-la com margem de segurança e se não houver outra área afetada, o tratamento será apenas cirúrgico. Caso contrário, é necessário prosseguir com a radioterapia. Por isso Drummond reforça“O paciente que tem o diagnóstico precoce, tem quase 90% de chance de cura da lesão”. Em alguns casos o paciente precisará reaprender algumas funções básicas e realizar um tratamento multidisciplinar que exige a atenção de vários profissionais da área da saúde, como nutricionista, radiologista, oncologista, cirurgião de cabeça e pescoço, enfermagem, fonoaudiologia e, claro, o dentista.

Quais são os principais fatores de risco?

 Segundo o Dr. Marcelo “75% dos pacientes com câncer de boca são homens com mais de 50 anos, fumantes e alcoólatras. Os outros 25% não possuem uma causa definida, mas podem estar atrelados aos outros fatores de risco”. A má higienização bucal, integrada com a alimentação pobre em proteínas, vitaminas e minerais, o vírus HPV, o consumo excessivo de álcool e tabaco são fatores de risco que contribuem para a formação do câncer bucal. O Dr. Marcelo explica que o câncer é multifatorial, com fatores externos e internos. As maiores recomendações quanto às prevenções inclui evitar os fatores de risco principais “Evitar excesso de álcool e fumo, alimentação saudável, manutenção do sistema imune, e visitas periódicas ao dentista para fazer busca ativa de lesão, principalmente em homens acima de 50 anos de idade”.

 
O diagnóstico é  por meio da realização CheckUp Preventivo Digital, um exame realizado com câmera intraoral, indolor, que gera laudo da saúde bucal. Para mais informações e agendamento ligue 11 44126707

Calendário de Postagens

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31